sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Reflexões de vida - Que não servem para nada

Hj eu acordei com uma música grudentíssima na cabeça.
(Eu também ouço essas coisas -de vez em quando.)
A música fala sobre garotos, garotas que antes mesmo de viver algo já preveem o fim. O carinha feinho gosta da bonitinha e diz :
They'll have you suicidal, suicidal / When they say it's over.
Como assssiiiiimm?
Tá certo que essas coisas acontecem sim, não vou dizer que não é normal por que vez ou outra aparecem notícias de pessoas que se suicidaram e posso afirmar que esse tipo de comportamento é reflexo da sociedade em que vivemos, aonde a beleza, o dinheiro, a falta de valores familiares, falta de respeito com o próximo , drogas e tudo mais, imperam na cabeça das pessoas, seja diretamente ou indiretamente.

Eu fico triste com isso - fico triste por que as vezes eu me pego agindo dessa forma sempre com medo, receio de tudo e acabo perdendo e deixando de viver momentos ímpares na vida - acho que as pessoas devem ser o que são sem medo de ser feliz. Dizer, fazer, ser independentemente de um possível fim, uma possível decepção, frustração. Mas claro, sempre com cautela, não é pra ir se jogando nos braços de qualquer unzinho(a) e fazendo juras de amor eternas e tudo mais. Cada um tem seu bom senso e sabe (pelo menos supõe-se que saiba) o que é melhor pra si.

Eu já disse, tô fora de medo! tô fora de receio e paranóias e outras dúvidas!
(hip!)

Égua da auto-ajuda.


*que decadência esse me bológui.

Beautiful girl
Sean Kingston

http://www.youtube.com/watch?v=Lt6o8NlrbHg

Um comentário:

jeronymo artur disse...

só não li a música, até pq é muito grande e eu to no trabalho.. ;)
mas concordo com tudo o que você disse.

pena que concordar não signifique fazer/sentir a mesma coisa. ;*